Será?!

Nesses últimos dias, estamos vivendo sobre a era da tecnológica mais influente de todos os tempos, o acesso a qualquer informação necessária está disponível na palma das mãos, em qualquer lugar e a qualquer hora. Mas quando falamos da “alegria verdadeira”, será que temos o acesso fácil a nossas emoções, e o controle necessário sobre esse ataque que temos sofrido diariamente pelo inimigo (Satanás). Estava lendo uma matéria sobre adolescentes e jovens, e uma parte da matéria me chamou muito a atenção, quando dizia em um trecho que os adolescentes e jovens de hoje, é a geração mais infeliz que já se viu, somos intitulados como “Os alegres deprimidos”, jovens com cara de alegres, de bem com a vida, mas que não passa de uma fachada para esconder suas verdadeiras emoções, e comecei a pensar sobre como isso poderia estar atingindo também os jovens cristãos, uma vez que vivemos no mundo natural, e consequentemente sofremos certos tipos de influencias que achamos não ser tão seria assim, e sem perceber pode nos levar a sentimentos de: Solidão, Depressão, Angústia, Mudança repentina de Humor, Medo do Futuro e ate mesmo a um Desejo Suicida.

Após ler essa matéria comecei a observar em alguns jovens com quem convivo, considerados “firmes na igreja”, a transparência de alguns dos sentimentos que citei acima, pude ver um forte ataque de Satanás sobre a vida dos jovens, isso se confirmou quando pude presenciar alguns relatos de pais dizendo sobre seus filhos que tem o habito de se trancar por horas em seus quartos sozinhos, sem falar com ninguém, e que por muitas vezes escutam dos seus filhos sobre sua: “vontade de sumir, de desaparecer e de ate mesmo morrer”. Comecei a procurar quais seriam as rotinas do dia a dia desses jovens, que pudesse o deixar com esses sentimentos, e cheguei à conclusão de que a cobrança que se sofre hoje em demasia traz esse sentimento de duvida: (será?) que vou conseguir um bom trabalho, que vou conseguir me formar, que vou ser aceito pelos meus amigos, que vou arrumar um namorado (a), que vou ter dinheiro, enfim o peso das responsabilidades e a inversão de prioridades rege a forma de vida que o jovem deve ter, e quando não se alcança o esperado, vem à decepção que é o primeiro passo para se adquirir qualquer sentimento que já falamos.

 

question-mark

 

Talvez você esteja lendo esse artigo, e se enquadrou em alguma dessas situações, e pode estar se perguntando: Tenho vivido com esses sentimentos e conflitos e o que posso fazer para alcançar um estilo de vida melhor, mais leve? Eu te respondo: a Alegria do Senhor é a nossa força, você pode estar ainda se questionando: Mas eu vou à igreja em todos os cultos e acredito em Deus, eu te respondo: talvez você ainda não entregou por completo ao Pai, a

oportunidade Dele visitar e fazer morada em todas as áreas da sua vida, e ai eu digo a você com a maior certeza, esse é o momento que Deus escolheu para alcançar a sua vida, seja você que já caminha, ou não com Deus, faça uma oração sincera ao Pai, e de a ele a liberdade de agir sobre toda a sua vida, e verás uma mudança incrível acontecer em você, e através de você.