Gratidão

Na semana passada, quando estava orando ao Senhor a respeito da visão que Ele tinha para nós com relação ao final desse ano e início de 2016, uma palavra veio bem forte ao meu coração, Ele disse: GRATIDÃO! Eu tentei argumentar dizendo “Senhor, esse não foi um dos melhores anos que passamos… houveram lutas, afrontas, tantos desafios… Estamos passando por uma crise em nossa nação, tantas situações preocupam o nosso coração!  Sei que temos que sempre olhar para os dias passados com um coração grato, por tudo que o Senhor fez, faz e fará em nossas vidas, por tudo que Tu és, pelo Seu amor pleno, perfeito e incondicional na cruz por nós, mas, sinceramente, com relação a esse ano… não sei se a palavra mais aconselhável seria gratidão. Deve haver uma palavra mais adequada para o momento que estamos passando, como ‘restauração’, ‘restituição’, ‘renovo’, ‘unção dobrada’, ‘vitória garantida’ ou algo do tipo que nos deixe mais animados, seguros e pró ativos… não seria melhor assim?!”

Então o Senhor me levou a estudar e entender melhor o que significa a palavra ‘gratidão’, e por mais incrível que pareça descobri que efetivamente essa palavra sempre e incondicionalmente, deve ser a palavra não apenas para 2016, mas para todos os anos de nossas vidas!

Aprendi que a gratidão não está condicionada ao sucesso ou abundância, não temos que ser gratos porque Deus fez, mas por que Deus é e isso é o bastante. Na verdade isso é muito mais do que suficiente. No livro de Habacuque diz que “Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação. O Senhor Soberano é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; ele me habilita a andar em lugares altos.” (3:17-19)

Ter um coração grato é uma decisão. Isso mesmo , uma decisão  que nos habilita a viver e andar em lugares altos, isto é, viver a proteção e a provisão sobrenatural de Deus. Assim como as aves fazem ninhos para seus filhotes em lugares altos para protegê-los, guardá-los, alimentá-los e prepará-los para seus próprios vôos! Lugares altos também representam os melhores dias das nossas vidas, em algumas traduções a palavra lugares altos é substituída por minhas alturas, ou seja, no gráfico das nossas vidas existem as “nossas alturas”, os melhores momentos que vivemos, os mais prósperos e felizes. O grande segredo contido e revelado através do profeta Habacuque é que ao sermos gratos ao Senhor em todas as circunstâncias – sim, todas, até nas mais adversas, nas pequenas alturas,  adquirimos uma habilitação especial para viver coisas novas e grandes, maiores e muito melhores do que as que já vivemos até hoje.

suficiente

A grande verdade é que o gráfico da nossa vida não é linear, muito menos ascendente em todos os momentos. Temos sim, altos e baixos, mas se aprendermos a ser gratos ao Senhor em todos os momentos e circunstâncias revertemos todas as situações adversas “dando graças em tudo”,  como está escrito em I Tessalonissenses 5: 6 a 8 onde o Apóstolo Paulo faz três importantes recomendações aos habitantes de Tessalônica, onde ele estabeleceu a segunda maior igreja do continente Europeu: “Regozijai-vos sempre, Orai sem cessar, Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” (I Tessalonicenses 5:16-18)

Ser alegre, ter uma vida de oração, agradecer ao Senhor por tudo! Esse é a mesma tríade que encontramos nas entrelinhas do profeta Habacuque. Paulo também encerra essa linha de pensamento dizendo que esta é a vontade de Cristo Jesus para conosco, isso é , Jesus entendia muito  a respeito do poder da gratidão. A primeira multiplicação de pães e peixes acontece justamente por esse fato: antes de repartir cinco pães de cevada e dois peixinhos para dar de comer a quase cinco mil homens Jesus deu graças (João 6:11)! Nosso Mestre nos ensina que a gratidão gera a bênção e o milagre da multiplicação! Temos que agradecer e sermos gratos por antecipação, crendo pela fé, naquilo que Deus é suficientemente capaz de fazer. Algumas definições de gratidão dizem que ela torna “suficiente aquilo que temos”  e isso se encaixa muito bem com as multiplicações de pães e peixes vivias por Jesus e seus discípulos.

146871140c9458d8a9750d76eb3b9265

Mude seu foco no próximo ano! Ao invés de pedir e depois agradecer, agradeça primeiro, crendo que Jesus tornou, torna e tornará mais do que suficiente e mais do que abundante aquilo que se teve,  tem e um dia terá.

“Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito. Que a paz de Cristo seja o juiz em seus corações, visto que vocês foram chamados a viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos. Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seus corações. Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai.” (Colossenses 3:14-17)

 

Com carinho,

Pra. Camila Serragiotto Andrade