Família

Casamento: projeto de Deus

 

“Nem mesmo as muitas águas conseguem apagar o amor; os rios não conseguem arrastá-lo correnteza abaixo. Quisesse alguém dar tudo o que possui para comprar o amor, qualquer valor seria absolutamente desprezado”. Cânticos 8:7

O casamento é um projeto divino, aliás, o primeiro que Deus instituiu após a criação do homem, que segundo ele próprio não deveria viver só: “E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele”. Gênesis 2:18

Infelizmente o que vemos nos dias de hoje é que muitos estão banalizando esta instituição tão maravilhosa criada por Deus. Já ouvimos várias vezes casais dizendo, antes mesmo de se casar, a seguinte frase: “Se não der certo eu me separo”, outros após algum tempo de casados dizem que o “amor acabou” ou que há “incompatibilidade de gênios”; algo bastante volúvel, pois no primeiro problema que enfrentam se esquecem das promessas/votos que fizeram um para o outro no dia das bodas. Veja o que é dito em Eclesiastes 5:4,5 – O que vemos na verdade, é um grande despreparo de ambas as partes, pois constituíram uma aliança baseando-se em paixões carnais ou financeiras, o que na realidade não traz nenhuma segurança perante as dificuldades que enfrentarão. O nosso conselho aos nossos filhos é que orem e busquem de Deus a pessoa certa no tempo certo, pois até mesmo a pessoa certa no tempo errado, podem gerar problemas de adaptação por  causa do despreparo! Digo aos jovens: Se não querem sofrer com escolhas erradas, reservem este tempo para buscarem a Deus em oração, pois desta forma, não serão atraídos por paixões carnais, se rendendo porque ele ou ela é bonito(a), ou se o beijo é bom, pois estas coisas são superficiais, e uma vez que fizerem uma aliança, não poderão descumpri-la!

Sempre perguntamos aos casais: Vocês se casaram para serem felizes ou para fazerem alguém feliz? E a maioria responde: “para ser feliz”; resposta errada dizemos, pois no casamento muitas vezes teremos que abrir mão de “sermos felizes” para fazermos o outro feliz; a diferença como cristãos, é que quando nos preparamos em Deus para o casamento, o cônjuge terá a mesma preocupação, e assim, os dois serão felizes, já que um estará preocupado com as necessidades do outro. Na lei da semeadura, plantamos para colher e se plantamos felicidade na vida de nosso cônjuge, será certo que colheremos a mesma coisa e em maior medida – Gálatas 6:7-10. Acalme-se, se você já tem feito isto e o resultado ainda não apareceu, não desanime, pois há colheitas que demoram mais tempo para produzirem o resultado esperado.

Sem dúvida existem momentos difíceis no casamento, assim como existem no trabalho, nas finanças, na saúde, enfim, em todas as áreas passamos por momentos difíceis, porem se nossa confiança estiver Naquele que pode mudar as circunstâncias, poderemos descansar, pois Ele estará no controle!

Buscamos aprimoramento em muitas áreas de nossas vidas, ou seja, cursamos faculdade para sermos mais bem sucedidos; mas não buscamos nos aperfeiçoar em nosso casamento para sermos melhores parceiros de aliança, porque achamos que está bom assim! Amados, não há nada tão bom que Deus não possa melhorar, e não há nada tão desajustado que Ele não possa ajustar! Não podemos limitar o poder de Deus, pois Ele é o criador de todas as coisas, e isto inclui o casamento!

Casamentos desajustados geram uma triste colheita na vida dos filhos que crescem sem uma referência familiar, achando que este é o molde para eles também, e que uma vez não havendo “sintonia” devem se separar. Eu particularmente conheço muitas pessoas que pensam assim, e creio que você também conheça. Devemos “quebrar” em nome de Jesus esta legalidade em nossas vidas e nas vidas de nossos filhos.

Temos o privilégio de fazermos parte de uma Igreja que zela pela Palavra de Deus e investe na família, dando o apoio e motivação para que jovens e casais, tenham a oportunidade de aprenderem mais sobre relacionamento, assim aprimorando aquilo que Deus os confiou! Cabe a cada um de nós agora, em nos “desarmarmos” de todo o pré-conceito e buscarmos os ensinamentos e cursos que nossa Igreja dispõe através de seus pastores e líderes, amém.

Que Deus abençoe o seu casamento, seja ele presente ou futuro em o nome Jesus!